Ao usar nosso site, você está aceitando o uso dos nossos cookies.

O retrato de Dorian Gray, de Oscar Wilde: Um romance indicial, agostiniano e prefigural

O retrato de Dorian Gray, de Oscar Wilde: Um romance indicial, agostiniano e prefigural

Patricia (Gonçalves) Tenório
Ensaios, 2016
Novas Edições Acadêmicas / OmniScriptum GmbH & Co. – Saarbrücken, Alemanha
Português
ISBN: 978-3-330-74553-7
220 páginas

Pesquisa realizada entre 2014 e 2015, tendo como objetivo relacionar o romance O retrato de Dorian Gray, de Oscar Wilde, com três pilares teóricos: o índice fotográfico de Charles Sanders Peirce, o tempo de Agostinho de Hipona e a prefiguração no conceito de figura de Erich Auerbach. A cada capítulo, outros teóricos são convidados a dialogar, tais como John R. Searle, Susan Sontag, Philippe Dubois, Roland Barthes, Albert Einstein, Henri Bergson, Georges Didi-Huberman e Gaston Bachelard.

O que ler agora

Receba as novidades

Inscreva-se para receber mensalmente nossa newsletter