IMG_0139

IMG_0140

IMG_0141

IMG_0142

* Antonio Aílton nasceu nos ermos de Bacabal-MA, em família sem letra, em 1968. Formação primeira: a literatura de cordel, que lia em noites de lamparinas para os ouvintes simples que chegavam. Depois das primeiras professoras, outros espaços, outros HQs, outras literaturas. Festivais poéticos da UFMA, recitais, e a vibração total da poesia dos telhados de São Luís do Maranhão. Curso de Letras. O fundamental grupo Curare de poesia, nas discussões, buscas literárias. Dois prêmios Cidade de São Luís e o Prêmio Cidade do Recife – Eugênio Coimbra Júnior, 2006. Em Recife-PE, também cursou o Doutorado em Teoria da Literatura, de 2013 a 2017. É membro da ALL – Academia Ludovicense de Letras e da AMEI – Associação Maranhense de Escritores Independentes.

Além de participação em diversas antologias, é autor dos livros As Habitações do Minotauro (poesia, FUNC-MA, 2001), Humanologia do Eterno Empenho (ensaio, FUNC, 2003), Os dias perambulando e outros tOrtos girassóis (poesia, Fundação de Cultura do Recife, 2008), Compulsão Agridoce (Poesia, Paco Editorial, 2015), Martelo & flor: horizontes da forma e da experiência na poesia brasileira contemporânea (Tese-ensaio, EDUFMA, 2018). Contatos: ailtonpoiesis@gmail.com e www.antonioailton.wordpress.com