Nietzsche vem sendo para mim uma revelação da

natureza humana em cada mínimo sentido,

em cada mínimo detalhe. Compartilho um

trecho de “Ecce Homo” que muito me ensinou:

“Basta que me façam algo de mau, que eu vou

à “desforra” por causa disso, isso é certo: em

pouco tempo encontro uma oportunidade de

expressar meu agradecimento ao “malfeitor”

(inclusive agradecendo-lhe o malfeito) ou de

pedir algo a ele. O que pode ser mais cortês

do que dar alguma coisa…”