O coito do silêncio

Clauder Arcanjo

 clauderarcanjo@gmail.com

 

Na moita, o cheiro do mofumbo.

No cipoal, o dente da raposa.

Na capoeira, o couro da coral.

Na tapera, o telhado morto.

E, no quarto, bem ao fundo,

Ele e ela… O coito do silêncio.