Um Banquete de Curtas – 12/01/11

13/01/11

Patricia Tenório

httpv://www.youtube.com/watch?v=w9iz-jJI-zE&feature=player_embedded

 

A Cubana

Direção: Andréa Ferraz, Cézar Maia, Leo Crivellare, Marcelo Barreto e Silvia Góes

Doc, 13 min, 2002

A Cubana me apresentou um universo totalmente novo e inimaginável do Recife. A paixão pela música e ideal cubanos apresentados através da simplicidade de seus amantes e expressos livre de padrões e preconceitos encanta e nos convida a visitar o Bela Vista no Alto do Céu, para tentar identificar um pouco da ilha que faz parte do imaginário de todo ser latino…

__________________________________________________________

 

 

Vamo fazer um clipe

Direção: Germano Rabello, Joli Campello e Aroldo Araújo

Doc, 19 min, 2004

Vamo fazer um clipe descortina vídeos nunca antes navegados, numa escavação onde os diretores, apesar da distância no tempo (2004), continuam atuais e atuantes, quando nos instigam a valorizar o que é nosso, nossa criatividade, nossos tesouros artísticos que tantas vezes são subvalorizados em detrimento de outros pólos culturais do Brasil. Gosto dos cortes abruptos e inesperados, das cores fortes que nos atingem e desestabilizam, para questionar sobre o desejo visceral de nos expressarmos através da Imagem…

__________________________________________________________

httpv://www.youtube.com/watch?v=KsQPOtEximQ 

Diálogos*

Direção: Patricia Tenório

Fic, 20 min, 2010

Diálogos é uma trilogia de contos adaptados do livro “Diálogos”, 2010. Com produção e figurino de Jorge Féo, texto, edição e direção minhas, considero um diálogo dentro de um diálogo, como uma caixa dentro de uma caixa, dentro de uma caixa (Teatro – os atores –, Cinema e Literatura, as locações que apontam como setas umas para as outras). Em “Olhos fechados” procurei retratar a dor do mundo e o lúdico da Poesia. “O domador de bolas de sabão” inaugura uma nova linguagem. Foi criado como se pinta um quadro, exploro a tentativa ilusória do artista em apreender a Arte. E em “Prisão Perpétua” procurei roçar o limite entre a realidade e a ficção: até onde vai o Real?

__________________________________________________________

* Vencedor da 4ª Edição do “Banquete de Curtas” – 12/01/11.