Um poema criativo* | Elba Lins**

“Com pedaços de mim

eu monto um ser atônito”

Manoel de Barros

Poesias Completas (Livro sobre o nada) Pág. 313

 

 

Com pedaços de mim

Eu monto um ser atônito

Que se espanta

Com os pedaços que sobem ao céu

Enquanto outros se enveredam pelo sombrio.

O azul da alma se mistura

Com o vermelho das emoções

Turbilhões

Que se espalham

Que se misturam

Que se afastam de mim

Círculos concêntricos a espalhar

Dor

Amor

Paixão

Pelo mundo

Até não restar mais nada em mim

E eu ser de novo

Azul

Meu inferno é querer ser teu céu

Quando existe um tão dentro de mim

É querer viver tuas emoções

Quando já não me sustento de tantas

Sou eu

Sou tantos

Pedaços

Que juntos

Me deixam atônita

Assustada com o que posso ser

Assombrada com o que quero tentar

Inteira, feita de mosaicos

Que tentam se adequar

Ao que penso ser eu

Tão diferente do que realmente sou.

 

(QUEBRA-CABEÇA, ELBA LINS, 16.05.2018, Lendo Manoel de Barros)

 

________________________________

* Poema inspirado no III Encontro em Escrita Criativa de Recife, temática A viagem, em 12/05/2018, com as escritoras Patricia Gonçalves Tenório e Fátima Quintas.

** Elba Santa Cruz Lins (Monteiro/PB, 1957) é formada em Engenharia Elétrica pela Universidade Federal de Pernambuco (1979), fez MBA em Gestão de Negócios (EAD) pela PUC-PR. Trabalhou durante 34 anos na área de Telecomunicações da CHESF (Companhia Hidroelétrica do São Francisco). Atualmente aposentada, dedica-se à escrita. Fez curso de Contação de Histórias no Zumbaiar (Recife). Faz poesias e há dois anos participa dos Estudos em Escrita Criativa, sob a coordenação de Patricia Gonçalves Tenório. Contato: elbalins@gmail.com