“Avesso: o Livro da Insônia”* | Henrique Beltrão de Castro

Honrar a vida

 

Porque no es lo mismo que vivir

Honrar la vida!

Eladia Bázquez

 

Honrar a vida. Talvez o avesso da vida possa mostrar o valor que tem ela, independente da maneira que se vista e se orne e se faça e se destrua. Honrar a vida porque havemos de merecê-la.

Tanta vaidade grassa sob o peso do estio das boas horas! Quantas auroras foram despidas de promessas e tantos anoiteceres tragaram as esperanças em vão! De novo precisamos cultivar a delicadeza, o detalhe, a beleza que mora e flora de cada pessoa – e ressoa mundo afora, porque além do aqui e agora, passado e futuro abraçam o presente, ancestrais e descendentes envolvem os parentes, amigas e amigos trazem consigo a vontade antiga de compartilhar: de sermos juntos.

Honrar a vida é fazer por merecer. Tudo vem pelo bem de merecer. Amar é transcender. Amar é aprender. Amar é Ser.

Ser a vida é honrar esse bem espiritual e terreno, eterno, passageiro, sereno.

Honrar a vida é uma minha busca. Qual a busca de sabedoria. De paz e poesia.

 

_________________________________

Extraído de Avesso: o Livro da Insônia. Henrique Sérgio Beltrão de Castro. Fortaleza: Expressão Gráfica e Editora, 2017.