O livro – Jorge Tufic*

 

Não se mude o teu formato

ó livro de quatro quinas,

pois é neste mundo exato

que estão as coisas divinas.

 

2

 

 

O livro, repositório

de tanto conhecimento,

desafia o provisório

 na escrita de um monumento.

 

 

 

3

 

 

De tantos livros que empilho

onde está o número um?

Uns aos outros se dão brilho,

a claridade é comum.

 

 

4

 

 

Os quilômetros que tenho

de leituras nesta vida,

dão-me a paz de um velho engenho

sobre a riqueza auferida.

 

5

 

 

O livro – tão fácil tê-lo

como o pão, nossa alegria;

qualquer um pode fazê-lo

com as auroras do seu dia.

 

 

 

6

 

 

O livro não tem tamanho

nem se define o saber,

sem ele – que mundo estranho,

    nada fácil de entender.

 

 

 

7

 

 

Pedras gravadas a mão

e rolos de pergaminho…

tantos caminhos se vão

para tê-lo em meu caminho.

 

 

 

8

 

 

Repousado sobre a mesa

ou de lombada na estante,

o livro guarda a beleza

do mais incrível diamante.

 

 

 

9

 

 

Foi nas páginas de um livro

que mergulhei feito um peixe,

destas águas não me livro,

de estar só nunca me queixe.

 

 

 

10

 

 

O livro, a lavra, a vontade

de ver além, muito além,

nele se aprende a verdade

tão vária, tão de ninguém.

 

 

 

11

 

 

Diz o poeta que Cristo

não tinha livros nem nada,

mas graças a tudo isto,

temos a História Sagrada.

 

 

 

 

12

 

 

Ser autor, ver tua cara

junto a gráfica escritura!

Não parece coisa rara,

é do livro essa loucura.

 

_________________________

Jorge Tufic nasceu em Sena Madureira-Acre (1930). É filho de imigrantes libaneses. Seu nome completo: Jorge Tufic Alauzo. Estreou-se na poesia com o livro ¨Varanda de Pássaros¨ (1956), já em Manaus, para onde transplantou-se com a família. Em 1954 ingressou no Clube da Madrugada, um movimento cultural baseado num manifesto sucinto, porém radicalmente inovador das artes e letras amazônicas. Em 1980 conquistou o primeiro lugar no Concurso Nacional para escolha da letra do Hino do Amazonas. É detentor de vários prêmios nas categorias de ensaio, crônica, conto e poesia. Tem mais de 50 títulos publicados, a maioria deles na área do fazer poético. Reside em Fortaleza desde 1992. Contato: jorgetufic@hotmail.com