Diálogos | Cilene Santos, George Barbosa & Patricia Gonçalves Tenório

A barca

Tremeu

Sob o meu

Coração

Envaidecido

Sob a

Sensação

Utópica

De ter algum

Poder

Sobre

A vida

Sobre

Os sentimentos

Dos outros

Então

Mergulhei

Em mim

Desbravei

Os cantos

Mais profundos

Renasci

Na praia

Lisa

Feito um

Espelho

Limpa

De prepotências

E traições

E caminhei

Em um mundo

Novo

(“A descoberta do que há de melhor em mim”, Patricia Gonçalves Tenório, 03/09/2021, 07h34)

Fotografias: George Barbosa

NOVO MUNDO

Abri as janelas

Não aquelas que enfeitam a casa

E se voltam para o jardim

Abri as janelas da vida

E encontrei um novo mundo

Não o conhecia mas estava dentro de mim

Cheio de expectativas

Silencioso sereno

Aguardava-me

Até o dia em que eu

Corajosamente descobrisse-o

E foi pelas lentes da procura

Que o encontrei

Olhando o meu interior

Vi as mil possibilidades

De ser de querer de viver

E abracei aquele novo-velho mundo

Que me trouxe de volta à vida

Cilene Santos

Julho/2017