Posts com

Conexões V

Convido a fazer conexões entre os 05 posts... Patricia Tenório

“Então a luz da lua será viva como a do sol, e a do sol brilhará sete vezes mais (como a luz de sete dias), no dia em que o Senhor pensar a chaga de seu povo e curar as contusões dos golpes que recebeu.” (Isaías 30, 26)

“Aquele que imita um perfeito imita a perfeição de mil, reunida em um.” (Erasmo de Roterdam)

“[…] Petrarca afirmara que, quanto à invenção, as abelhas deveriam ser imitadas, pois elas, colhendo o néctar de diversas flores, compõem sempre um novo produto. […] o artista, por meio da imitação de diversos modelos, fatalmente acabaria por criar uma nova obra.” (Alexandre Ragazzi, Revista “O tempo do renascimento”, Vol. 3 – 1480 a 1500)

Abadia de San Galgano, próximo a Siena.

Conexões IV

Convido a fazer conexões entre os 05 posts... Patricia Tenório

“Tarde te amei, beleza tão antiga e tão nova, tarde te amei. Sim, porque tu eras dentro de mim e eu fora ali te procuravas. Desta forma, me jogava sobre as belas formas da tua criatura. Eras comigo, e eu não era contigo. Me tinham longe de ti as tuas criaturas, inexistentes se não existissem em ti. Me chamastes, e o teu grito abriu meus ouvidos; brilhastes, e o teu esplendor dissipou a minha cegueira; difundistes a tua fragrância,  respirei e aspirei o teu encontro, degustei e tenho fome e sede; me tocastes, e eu queimei pela tua paz.”

 (Livre tradução minha do italiano de Santo Agostinho, “Confissões”, Livro X, 27, 38)

Conexão III

Convido a fazer conexões entre os 05 posts... Patricia Tenório

 

Constelação de Circunstâncias

Emilson Zorzi

14/09/10

Contanto que esteja contente
com o que conquistou
compartilha com quantos
o quanto difícil foi a conquista.
As conseqüências consumadas e construídas com tanta
convicção
convalescem agora em contrastes.
Com compaixão, construiu a tua constelação.

Alice

Patricia Tenório

14/09/10

Quem eu mais queria
Esvaziou
Deixou-me a ver sem espelhos
O que eu não sabia

Decerto fui esquecida

Aplausos
Confetes
Purpurina

Passou por mim
Um vendavio
De estrelas maturando
Na constelação tardia

Conexão II

Convido a fazer conexões entre os 05 posts... Patricia Tenório

“Não se trata, pois, diante de um quadro, de multiplicar as referências ao tema, à circunstância histórica, se é que existe alguma, que está na origem do quadro; trata-se, como na percepção, das próprias coisas, de contemplar e perceber o quadro segundo as indicações silenciosas de todas as partes que me são fornecidas pelos traços de pintura depositados na tela, até que todas, sem discurso e sem raciocínio, componham-se em uma organização rigorosa em que se sente de fato que nada é arbitrário, mesmo se não tivermos condições de dizer a razão disso.”

(“A arte e o mundo percebido” – “Conversas – 1948”, Mearleau-Ponty”)

Conexão I

Convido a fazer conexões entre os 05 posts... Patricia Tenório

“Não se contente em cumprir o seu dever, isso é muito porém não é tudo; e você não deve ficar satisfeito senão com tudo.

Cumpra seus deveres até os mínimos pormenores; afinal de contas, a perfeição costuma estar nos pormenores.

Quando você cumpre com seu dever, pense que a perfeição do mesmo reside em cada um dos pormenores que o mesmo apresenta.

E, para isso, não se fixe nos outros; não faça as coisas porque os outros as fazem. Cada um tem sua própria personalidade, sua própria consciência, sua própria responsabilidade. Ainda que todos à sua volta falhem e caiam, isto nunca poderá justificar uma só queda sua. O que os outros fazem não pode justificar que também você o faça.

Eles poderão ter suas razões; você não as tem.

Tanto a virtude como o pecado são coisas muito pessoais.

Que cada dia você seja mais fiel à sua consciência.”

(Cinco Minutos de Deus – 08 de Setembro – Alfonso Milagro)

Apresentação de “D´Agostinho” – I Parte

Apresentação das poesias do livro “D´Agostinho”, de Patricia Tenório, na Livraria Cultura, em 01 de Setembro de 2010. Com Karynna Spinelli, Carlos Ferrera e Patricia Tenório, produção e direção de Jorge Féo, filmado por Bruno Tenório de Oliveira e Silva, fotos, Juan Guimarães. Poesias, cartas e edição, Patricia Tenório.

httpv://www.youtube.com/watch?v=DYiY0E88RJk

Filmado em iPhone 3Gs.

Editado em Final Cut Program.

Apresentação de “D´Agostinho” – II Parte

Continuação da Apresentação das poesias do livro “D´Agostinho”, de Patricia Tenório, na Livraria Cultura, em 01 de Setembro de 2010. Com Karynna Spinelli, Carlos Ferrera e Patricia Tenório, produção e direção de Jorge Féo, filmado por Bruno Tenório de Oliveira e Silva, fotos, Juan Guimarães. Poesias, cartas e edição, Patricia Tenório.

httpv://www.youtube.com/watch?v=zTEURtrfr_c

Filmado em iPhone 3Gs.

Editado em Final Cut Program.

“Olhos fechados”

“Olhos fechados” é a adaptação de um conto de mesmo nome do livro “Diálogos” de Patricia Tenório. Com Ísis Agra e Thiago França, procurei retratar a dor do mundo e o lúdico da Poesia. Produção e figurino Jorge Féo. Texto, edição e direção Patricia Tenório.

httpv://www.youtube.com/watch?v=VY7d7QXOSGY

Filmado em câmara Cannon 7D.

Editado em Final Cut Program.

“O domador de bolas de sabão”

“O domador de bolas de sabão” inaugura uma nova linguagem. Adaptado do livro de contos “Diálogos”, este curta foi criado como se pinta um quadro, exploro a tentativa ilusória do artista em apreender a Arte. Com Kleber Lourenço, produção e figurino de Jorge Féo, texto, edição e direção de Patricia Tenório.

httpv://www.youtube.com/watch?v=QG1Y05p2ezw

Filmado em câmara Cannon 7D.

Editado em Final Cut Program.

“Prisão Perpétua” e Créditos “Diálogos”

“Olhos fechados” é a adaptação de um conto de mesmo nome do livro “Diálogos” de Patricia Tenório. Com Ísis Agra e Thiago França, procurei retratar a dor do mundo e o lúdico da Poesia. Produção e figurino Jorge Féo. Texto, edição e direção Patricia Tenório.

httpv://www.youtube.com/watch?v=EAAPVLPxN98

Filmado em câmara Cannon 7D.

Editado em Final Cut Program.